SISTEMAS DE POLIAS

Mariane Malucelli   15/02/2018

Você já deve ter visto esses esquemas de polias alguma vez na vida: no ensino médio, em suas aulas de Física ou na faculdade. Mas, na prática, você sabe o que eles representam?

Tanto em academias quanto em centros de reabilitação encontramos máquinas compostas por polias ou sistemas de polias, como os chamados cross overs. Cada máquina possui sua engenharia e a disposição das polias na máquina faz com que os seguintes fatores possam se alterar:

  • magnitude da carga

  • efeitos inerciais

  • comprimento do cabo

No esquema do desenho, podemos observar de que forma as polias alteram a MAGNITUDE DA CARGA.

No exemplo 1, você pode ver que os pesos estão conectados DIRETAMENTE AO SUJEITO. Dessa forma, o sujeito estará levantando exatamente a carga que você colocou na pilha de pesos.

Já no exemplo 2, os pesos estão conectados DIRETAMENTE À POLIA. Essa polia está com um de seus cabos presos na máquina e outro conectado ao sujeito. Dessa forma, você está dividindo o esforço com a máquina, levantando apenas 50% do valor estipulado na pilha de pesos.

Existem sistemas de polias muito mais complexos do que os da imagem. Alguns inclusive podem diminuir em 75% o valor indicado na pilha de pesos.

Então fique ligado: nem sempre o número indicado no peso representa a magnitude da resistência do exercício.

Lembre-se: a resistência do exercício não depende apenas da magnitude; os braços do momento completam a equação.

Junte-se à rede mundial RTS
Cadastre-se e recebe conteúdos como este com prioridade


Mariane Malucelli

Fisioterapeuta licenciada no Brasil e nos USA, especialista em Mecânica do Exercício, residente em traumato ortopedia na OrthoCarolina (USA). Palestrante da Cybex no Brasil entre 2003 e 2006. Diretora dos programas do RTS no Brasil desde 2003. Professora de Pós Graduação em Mecânica do Exercício, na PUC-PR e Universidade Positivo. E por último, porém o mais importante: mãe da Chloe e do Benjamin, esposa do Marcos e apaixonada pela vida!

QUEREMOS SABER O QUE VOCÊ PENSA

O que você achou deste conteúdo? Conte-nos nos comentários abaixo.

Junte-se à rede mundial RTS


Cadastre-se e receba conteúdos como este com prioridade

SOBRE
VEM COM A GENTE
ÚLTIMAS POSTAGENS