AGACHAMENTO NA PAREDE

Mariane Malucelli   24/01/2018

O agachamento na parede é um exercício utilizado tanto na reabilitação quanto na academia para trabalho de membros inferiores.

Você consegue enxergar os braços do momento para o JOELHO e para o QUADRIL nesse exercício?

Para determinar o braço do momento precisamos encontrar a LINHA DA FORÇA DA RESISTÊNCIA. Nesse cenário da imagem, nos deparamos com uma situação DIFERENTE, pois existem DUAS FORÇAS influentes: a força de ATRITO e a força de REAÇÃO DO SOLO. A linha da força neste exercício será a RESULTANTE entre essas duas forças.

Fizemos um passo a passo para determinar os braços do momento para o joelho e para o quadril.

  1. O primeiro vetor de força que desenhamos representa a FORÇA DE ATRITO ("seta" vermelha). O tamanho desse vetor ou a magnitude dessa força dependerá principalmente do coeficiente de atrito entre as superfícies de contato (chão e sola do tênis).

  2. Em seguida representamos o vetor da FORÇA DE REAÇÃO DO SOLO ("seta" amarela), a qual também varia em magnitude de acordo com o peso relativo do cliente/paciente e a qual também influencia na magnitude da força de atrito.

  3. Após determinarmos as DUAS FORÇAS que influenciam o sistema (atrito e força de reação do solo), utilizamos a regra do paralelogramo para encontrar o vetor da FORÇA RESULTANTE ("seta" verde). Nesse caso, o vetor é a LINHA DA FORÇA DA RESISTÊNCIA.

  4. Agora, com a linha da força da resistência determinada, podemos encontrar os BRAÇOS DO MOMENTO (linha azul), que são A MENOR DISTÂNCIA entre a LINHA DA FORÇA e o EIXO; atravessa o eixo e é PERPENDICULAR à LINHA DA FORÇA.

Podemos ver, portanto, que o braço do momento para o joelho é MUITO GRANDE e que o braço do momento para o quadril é praticamente ZERO. Isso significa que temos RESISTÊNCIA/ESTÍMULO para os extensores do joelho e NÃO TEMOS RESISTÊNCIA/ESTÍMULO para os músculos do quadril.

Lembrando que os braços do momento irão se alterar de acordo com a MAGNITUDE dos vetores da força de atrito e da força de reação do solo.

IMPORTANTE! NÃO SE ASSUSTE COM A FÍSICA. O mais importante é que você compreenda os fatores que podem influenciar o cenário mecânico do exercício e que consiga visualizar as FORÇAS que estão atuando em todo o sistema.

Você sabia que o AGACHAMENTO NA PAREDE não é um exercício muito recomendado para indivíduos que não toleram compressão patelo-femoral? Quais são as diferenças se fizermos o mesmo exercício colocando uma bola suíça na região torácica?

O principal problema com o agachamento na parede SEM a bola é que não existe possibilidade de o quadril se deslocar para trás, o que aumenta a força de atrito no solo e, consequentemente, modifica a resultante da linha da força da resistência. Isso resulta, por fim, em um maior braço do momento para o joelho, o que pode aumentar as forças patelo-femorais.

Quando posicionamos uma bola suiça na região torácica, permitimos que o quadril se desloque para trás, o que provavelmente diminuirá as forças de atrito no solo. Essa diminuição alterará a resultante da linha da força da resistência e também as relações de braço do momento para as articulações.

Nas imagens é possível ver que, com a bola, o braço do momento para o joelho diminui e o braço do momento para o quadril começa a aumentar.

ATENÇÃO! Se a bola for posicionada na altura da lombar, novamente teremos a mesma situação do agachamento na parede.

LEMBRE-SE! Não estamos dizendo que um exercício é melhor que outro. São apenas cenários mecânicos diferentes que podem ser utilizados para clientes/pacientes diferentes.

Junte-se à rede mundial RTS
Cadastre-se e recebe conteúdos como este com prioridade


Mariane Malucelli

Fisioterapeuta licenciada no Brasil e nos USA, especialista em Mecânica do Exercício, residente em traumato ortopedia na OrthoCarolina (USA). Palestrante da Cybex no Brasil entre 2003 e 2006. Diretora dos programas do RTS no Brasil desde 2003. Professora de Pós Graduação em Mecânica do Exercício, na PUC-PR e Universidade Positivo. E por último, porém o mais importante: mãe da Chloe e do Benjamin, esposa do Marcos e apaixonada pela vida!

QUEREMOS SABER O QUE VOCÊ PENSA

O que você achou deste conteúdo? Conte-nos nos comentários abaixo.

Junte-se à rede mundial RTS


Cadastre-se e receba conteúdos como este com prioridade

SOBRE
VEM COM A GENTE
ÚLTIMAS POSTAGENS